"Te encontrar virou apenas uma questão de fechar os olhos.”
(Caio Fernando Abreu)

14 janeiro 2010

Sempre que partes, morro um pouco,
por não saber se retornas.
Minhas mãos doem de tanto abrir-se,
para que vás tranqüilo.
Só assim hás de querer estar comigo,
sem que eu insista.
Fingir que te deixo livre,
é um jeito egoísta de amar.

(Lya Luft)
...♥...

2 comentários:

Tania Girl disse...

Lindo!!
Gosto muito de Lya Luft... grande escritora..!!
bjocas
ps:Gostei da música do seu blog.. é legal!

*Mundo Particular* disse...

Dar liberdade a quem
amamos, isso é confiança.
Lindo poema querida!!
Um imenso bjOoo!!

Postar um comentário